Horas Trabalhadas

Controle quanto os funcionários e você trabalham

Calcular folha de pagamento é uma das tarefas que mais exige atenção em uma empresa. Todo cuidado é pouco na hora de tabular horas extras, adicionais e faltas. A planilha de Horas Trabalhadas facilita a vida de quem cuida do dinheiro de outros. Ler descrição completa

PRÓS

  • Grátis
  • Fácil de usar
  • Ideal para pequenas empresas

CONTRAS

  • Faltam dados de férias e 13º

Bom
7

Calcular folha de pagamento é uma das tarefas que mais exige atenção em uma empresa. Todo cuidado é pouco na hora de tabular horas extras, adicionais e faltas. A planilha de Horas Trabalhadas facilita a vida de quem cuida do dinheiro de outros.

A planilha de Horas Trabalhadas é um arquivo em excel em que não dá pra errar quanto o pessoal vai receber no final do mês. São diversas colunas que separam as informações e vêm com fórmulas fixas. Dias de trabalho

No Horas Trabalhadas estão marcados apenas os dias de trabalho. Para calcular um mês inteiro, basta criar novas abas e alterar os dias úteis. Você também registra códigos e nomes de funcionários sem problemas. Mesmo sendo bastante simples, a planilha de Horas Trabalhadas é muito útil. Seja para gerentes de área ou pequenas empresas que ainda não possuam um sistema informatizado.

Horas Trabalhadas

Download

Horas Trabalhadas Planilha

Opinião usuários sobre Horas Trabalhadas

  • reis2012

    por reis2012

    "IMPORTANTE"

    SÃO ANOTAÇÕES IMPORTANTE .POIS E POR MEIO DELA QUE SÃO REFERIDO A NOTA DO DIA A DIA DO EMPREGADO EM SUA AREÁ DE TRABAL... Mais.

    escrito em 18 de outubro de 2012

  • jrzabott

    por jrzabott

    "Respondendo à sua pergunta"

    Achei legal a planilha, ainda que ela merecesse uma documentação interna, uma vez que quem faz o download, em geral quer... Mais.

    escrito em 26 de março de 2010

  • HuckBoy

    por HuckBoy

    "bom dia!"

    olá, gostei muito da planilha, excelente, mas fiquei com uma dúvida: no campo Salário/Dia Final tem a seguinte fórmula (... Mais.

    escrito em 12 de novembro de 2009